21 de ago de 2014

A foto mais distante já tirada da Terra

No dia 14 de fevereiro de 1990, tendo completado sua missão primordial, foi enviado um comando a Voyager 1 para se virar e tirar fotografias dos planetas que havia visitado. A NASA havia feito uma compilação de cerca de 60 imagens criando neste evento único um mosaico do Sistema Solar. Uma das imagens que retornou da Voyager era a da Terra, a 6,4 bilhões de quilômetros de distância, mostrando-a como um "pálido ponto azul" na granulada imagem:


Depois de 23 anos, a Terra foi flagrada do espaço distante novamente, a 1,4 bilhão de km, diretamente sobre as nuvens de Saturno. Desta vez, a câmera de campo amplo da sonda Cassini foi apontada para a Terra durante uma das muitas manobras orbitais que precisa fazer para estudar Saturno e seu sistema de satélites. Aproveitando esse movimento e um período de eclipse de Saturno sobre o Sol, a equipe da Nasa convocou seus seguidores a dar um “tchauzinho” no horário programado para a foto, que aconteceu no dia 19 de julho. A proposta era fazer o primeiro “photobomb” interplanetário. “Photobombs” são aquelas fotos em que algo que acontece em segundo plano, intencionalmente ou não, acaba “estragando” o registro da cena principal:

Visão de Saturno (Cassini): 1,5 bilhão de km (Foto: Nasa/Divulgação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...