1 de dez de 2013

Dicas para Fotografar Fogos de Artifícios

    Os Fogos são um espetáculo sempre agradável, do qual gostamos de guardar recordações. E aqui vão algumas dicas para evitar decepções.

1º - Use um tripé
Provavelmente a dica mais importante é a de certificar-se que a máquina se encontra bem firme ou presa a algo que garanta uma posição estática durante os registros. Utilize velocidades de obturação longas que serão excelentes para registrar o movimento dos fogos e nunca da máquina. Várias soluções se adequam à finalidade mas, obviamente, o uso de um tripé é o mais adequado.

2º - Disparador remoto
Uma das melhores maneiras de manter a máquina bem firme é evitar o contato das mãos usando um disparador remoto. Por norma, as marcas possuem modelos que se adequam na perfeição aos seus aparelhos mas há uma enorme quantidade de dispositivos da concorrência que, a preços bem mais acessíveis, fazem a mesma coisa. Para quem não tem um destes dispositivos, a alternativa é trabalhar com a máquina em modo "self timer". O problema é que por este método seria preciso estar muito bem atento e antecipar com exatidão a explosão dos fogos.

3º - Enquadramento
Fotografar fogos de artifício requer alguma preparação. Isto obviamente se não se quiser limitar a fotografar as explosões em si. Apreciar antecipadamente a paisagem que poderá ser inserida na composição da fotografia é uma excelente forma de conseguir executar fotos com mais impacto. Qualquer linhas de força que possam ser aproveitadas para dar mais vida e profundidade ao registro serão seguramente acréscimos à qualidade final. Além disso há ainda a velha questão da posição da máquina: Retrato ou paisagem? - Fica a dica (retrato para fotos em distância focal elevada ou paisagem para registros mais abrangentes).


4º - ISO
Definitivamente, a utilização do valor de sensibilidade mais baixa que a máquina disponibilizar é recomendável. Desta forma garantimos a menor existência de ruído possível. Utilize um valor de ISO 100 e o bom resultado será garantido. Algumas bridge disponibilizam um valor ISO 64.

5º - Esqueça o flash
A utilização do flash não terá qualquer impacto na captura da foto além de enganar a máquina fazendo-a “acreditar” que irá precisar de uma obturação rápida. O flash tem um alcance de apenas alguns metros e, mesmo que se encontrasse a essa distância do fogo de artifício, não haveria nada para iluminar. Obviamente o resultado final seria extremamente desagradável.





Agora é só esperar o Natal e o Ano Novo... Boas fotos galera !!

Fonte: http://jpeg.forumeiros.com/t799-10-dicas-para-fotografar-fogo-de-artificio

2 comentários:

  1. A dica mais importante, que é a velocidade o obturador um pouco mais lenta, 1s talvez, não foi citada.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza a velocidade lenta, irá produzir uma imagem com prolongamento de luz. Esse efeito "rastro" acaba por ser mais recomendado para este tipo de fotografia, pois, o resultado evidencia ainda mais o visual. Obrigado pelo comentário!

    ResponderExcluir

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...